Paris || A chegada a Paris e a subida à Torre Eiffel

July 23, 2017



Paris é a cidade do amor e por essa razão quando eu disse que ia a Paris com o meu irmão o pessoal torceu o nariz. "Com o teu irmão?", perguntavam amigos e familiares. Esta viagem aconteceu em Outubro de 2016, mas era para ter sido em Dezembro de 2015 em que eu e o meu irmão íamos a Paris para conhecer a cidade e assistir a um concerto. Azar dos azares, ficámos os dois doentes e não fomos. Entre activar seguro de viagem, contactar com hotel e com a companhia área, lá consegui reaver praticamente tudo e mais um voucher no valor total do bilhete de avião para utilizar no prazo de um ano (até poderia dizer qual é a companhia área mas acredito que depois há almas invejosas que vão dizem que não acontece a mais ninguém e estamos a falar de uma low-cost).

Descontente com o sucedido em Dezembro 2015, era certinho que eu o meu irmão iríamos a Paris em 2016. Marquei a data e depois foi apenas torcer para que nada de mal nos acontecesse outra vez. Felizmente, correu tudo bem! Foi uma viagem curta, de 1 a 3 de Outubro, mas foi muito bem aproveitada.
Partimos do Porto super cedo mas só chegámos ao centro de Paris por volta das 14h. Adianto desde já que, por mais barato que seja, o aeroporto de Beauvais é uma cruz para mim pelo simples facto de realmente ficar longe de Paris (mas isto eu já sabia).

Assim que deixámos as malas no estúdio que reservámos através da booking.com e demos início à nossa caminhada. Almoço, em primeiro lugar. Foi uma aventura encontrar algo dentro do nosso budget e como estava mesmo difícil e estávamos mesmo a morrer de fome acabámos por entrar num restaurante super chique. pedimos uma pizza para os dois e duas coca-colas. Só as bebidas custaram 4€ cada uma e foram servidas num copo de vidro. Quanto à pizza fiz questão de saber se era grande e dava para dividir pelos dois porque a mais barata custava 15€. 

Após o almoço, fomos em direcção à Torre Eiffel. São 300 metros de puro ferro que está aberto ao públicos em três pisos. Do primeiro ao segundo andar podemos subir de elevador ou de escadas e do segundo para o terceiro andar só dá de elevador. Fotografias da praxe tiradas, entrámos e pagámos o bilhete para subir as escadas. Custou 7€ cada um porque escolhemos ir só até ao segundo piso. Eu e o meu irmão, malucos e a achar que éramos super-heróis, achámos que não era assim tão complicado subir a Torre Eiffel. 704 degraus. Assim que chegámos ao primeiro andar da Torre já não sentia as pernas devido às 300 escadas que subimos para ali chegar mas aquela vista maravilhosa fez-me esquecer isso. É estonteante dar a volta à Torre e ver a cidade de Paris como eu, o meu irmão e muitos outros estavam a ver. O dia estava solarengo q.b. o que ajudou bastante.

Do primeiro para o segundo andar ainda tivemos que subir mais 404 escadas. Chegámos e aí é que percebemos o quão pequeninas eram pessoas lá em baixo. Decidimos ficar um pouco por ali, a absorver tudo o que estávamos a ver e a planear o nosso trajecto a partir dali. As nossas pernas já tremiam por todo o lado mas estávamos felizes por termos sido bem sucedidos neste desafio. Além disso, podemos sempre parar um pouco durante a subida pela Torre e olhar para a cidade entre aquele ferro todo e acreditem que olhando bem para a Torre do seu interior, é impossível não ficar de boca aberta.

A nossa visita à Torre Eiffel estava feita. Subida feita com sucesso e agora faltava descer, que custa ainda mais! Juro que não sei como saí dali viva mas foi uma experiência que um dia irei voltar a repetir!

 

You Might Also Like

1 comentários

  1. Que fotos lindas! Quero muito um dia ir a Paris!

    ReplyDelete