irritações do luis pedro nunes e a minha cidade

[fotografia retirada do facebook Viseu Marca]

As irritações de Luís Pedro Nunes já deram imenso que falar e eu não posso deixar de dar a minha opinião, até porque estamos a falar da minha cidade: Viseu.

Não sei se já viram um pequeno vídeo de três minutos que corre pelo facebook em que Luís Pedro Nunes partilha a sua maior irritação dos últimos quine dias. Pois que ele diz que foi a várias cidades europeias pois cada uma tem o seu encanto e o seu segredo mas descobre agora que existe uma cidade portuguesa que afinal tem tudo isso. "Oh diabo", como diz ele.

Nasci, cresci e estudei em Viseu. Não minto que houve uma altura da minha vida que não via nada de belo na minha cidade e só queria sair daqui. Não é a cidade dos meus sonhos para fazer vida, embora seja a melhor cidade para se viver. Tenho 25 anos e olho para os planos que tinha aos 18 anos e acreditem que não passavam por estar neste momento a trabalhar em Viseu, mas por aqui continuo e nos últimos dois anos aprendi a gostar mais da minha cidade sem que olhe para ela apenas como a cidade onde cresci e onde tenho a minha família.

Viseu tem feito um trabalho maravilhoso para ser uma cidade melhor. Viseu tem apostado em reabilitação urbana, festas e festivais, gastronomia e vinhos, street art e turismo. E não é mentira quando se diz que Viseu tem (bastante) potencial para ser bem sucedida em tudo. Vamos a exemplos?

» Se antes a Rua Direita estava pelas ruas da amargura em que só passavam por lá os mais velhos, agora há gente jovem todo o dia e muitos vivem por ali. Tudo por causa da reabilitação urbana que tem como objectivo principal captar gente jovem para ali e dar vida à Rua Direita tanto de dia como de noite.

» Se a Sé era um local onde só se viam jovens do secundário na bebedeira à sexta e ao sábado à noite, agora vemos turistas e os próprios habitantes a redescobri-la porque realmente temos coisas lindas por aqui. Já as noites, são sempre movimentadas com novos jovens a descobrirem o que é giro na noite, mas também com os "mais crescidos" a socializarem entre fatias de presunto, queijo Serra da Estrela e um copo de vinho do Dão.

» E por falar em vinhos, temos uma variedade de tintos, brancos, rosés e espumantes que são de categoria. Muitas das nossas quintas vitivinícolas têm vinhos premiados pelo mundo fora. A qualidade dos nossos vinhos deve muito à nossa localização entre serras e condições meteorológicas.

» Se antes Viseu era uma cidade sem muita graça, vais com certeza descobrir algumas paredes pintadas que trazem mais cor e vida tanto às ruas como aos prédios. Isto deve-se ao festival de street art que acontece há dois anos - este vai ser o terceiro  em que são convidados artistas nacionais e estrangeiros para embelezar a cidade. Tons de Primavera é como se chama o "festival-mãe".

» Se antes a Sé era um local "morto" onde nada se passava, depois de ser criado o Jardins Efémeros, tudo mudou. Nesta altura, dia e noite há algo para fazer e o melhor disto é que mesmo quando os Jardins acabam, continua a haver sempre alguma coisa para se fazer ou se conhecer na Sé o ano inteiro.

» Termino com a Feira de S. Mateus. Viseu tem apostado imenso na feira mais antiga e eu vi isso no ano passado. Os artistas que vêm cá são convidados estrategicamente e são causa de em Agosto e Setembro termos muitos (se não todos) dos nossos hotéis cheios. Mas a Feira é mais do que os espectáculos agendados para as 22h. A Feira tem barraquinhas com a nossa história, com a nossa vida e mesmo nós, viseenses, perdemos-nos por lá.

Mas atenção, Viseu tem muito mais do que isto. Como viseense de gema convido-vos a virem conhecer a cidade e se quiserem, posso acompanhar-vos na descoberta. A tudo o que disse, finalizo com a resposta que Viseu Marca deu à irritação do Luís Pedro.

2 comentários :

Tulipa Negra disse...

É uma cidade que nunca visitei. Pode ser que corrija esta situação brevemente.

Emma disse...

Nunca fui a Viseu mas quero ir!
Em relação ao vídeo não consegui ver todo, não encontrei mas há coisas que nem vale a pena ligar. Eles "têm irritações" muito acertadas mas outras são só estúpidas, é apenas vontade de criticar.