"viajo porque preciso, volto porque te amo"

January 19, 2017


"Viajo porque preciso, volto porque te amo". Recentemente li esta frase numa fotografia e não poderia ter feito mais sentido para mim.

Em tempos olhava para uma viagem como uma forma de fugir da minha cidade por estar farta dela e da vida que levava por aqui. Com os anos e com a maturidade começo a aperceber-me que agora viajo porque preciso porque me faz bem e porque preciso de mudar de local por alguns dias mas quando chega a altura de regressar existem dois sentimentos bastante contraditórios: tristeza (embora efémera) por regressar a casa, e felicidade por regressar a casa porque é aqui que tenho a minha vida (por agora).

Estranho, não é?

You Might Also Like

4 comments