fora do ninho || o abate na conta bancária


Ao sair de casa eu sabia que não ia ter a ajuda dos meus pais. Nem eu queria. Se tomei esta decisão de passar a viver sozinha, não fazia sentido para mim pedir ajuda monetária aos meus pais no que quer que fosse.

fora do ninho || a decisão de sair de casa dos pais


Viver sozinha era um objectivo a cumprir em 2016 e tornei-o realidade em Maio deste ano. Bastou-me três dias de visitas a casas. Vi várias a vários preços mas todas muito antigas e eu tinha como um critério mudar-me para algo recente mas dentro de um preço que eu conseguisse pagar e no centro da cidade o mais próximo possível do meu local de trabalho. Comecei a achar que ia ser difícil e estive apaixonada por um estúdio no centro histórico super lindo, com janelas enormes e bastante luz natural. O pior era a renda. 380€ sem despesas. Um abuso e eu bem que tentei negociar com eles mas não baixaram o preço nem um bocadinho. Estava mesmo fora daquilo que eu podia dar. 

terras tunisinas || sousse


Sousse fica a uma hora de Hammamet. A cidade situa-se à beira do golfo de Hammamet e é um destino de praia, essencialmente. Apesar do movimento de cidade, facilmente chegamos à zona da praia. 

terras tunisinas || coliseu de el jem


Os que não sabiam onde eu andava, confundiram o Coliseu de El Jem com o Coliseu de Roma. Sim, estão desculpados. Fomos à cidade de El Jem para conhecer o seu Coliseu bem como o Museu Arqueológico e digo-vos que foi dos sítios mais bonitos (para além de Sidi Bou Said) que conheci.

O Coliseu é o segundo maior do Império Romano (o maior é o de Roma), e está classificado como Património Mundial pelas UNESCO desde 1985 e é aqui que se realiza o Festival Internacional de Música Sinfónica de El Jem.

A entrada no Coliseu é bastante controlada. Somos revistados, temos de abrir as nossas carteiras para olharem para o interior à procura de algo que possa ferir alguém ou até mesmo destruir o monumento.

A imensidão deste Coliseu fez-me sentir tão pequena. Lá de baixo senti que estava num filme ou numa série onde há sempre cenas na arena. Debaixo do Coliseu, senti-me uma prisioneira. No topo do Coliseu senti-me como uma espectadora.

Um misto de sensações num só local. Uma visita obrigatória!

terras tunisinas || kairouan

Foi em Kairouan onde tive a experiência de andar com um lenço à cabeça pois as mulheres não podem andar com os ombros e cabelo à mostra e também não podem mostrar os joelhos. Já sabia para onde ia e levei comigo um lenço perfeito para a ocasião e quando estava a fazer a mala olhei para ele e pensei "és o tal".