açores || chá gorreana

June 08, 2016


O primeiro ponto de paragem foi a Fábrica de Chá Gorreana. É aqui que se encontra a única plantação de chá da Europa. O Filipe, o guia açoriano super simpático, com um sotaque maravilhoso, e que trabalha para a empresa Picos de Aventura, fez-nos uma visita guiada dentro da fábrica explicando o processo deste famoso chá.
A Fábrica é reconhecida internacionalmente e começou a sua actividade em 1883. Toda a sua envolvente é montanha e campos verdes. É aqui que fazem a sua produção, longe da poluição. O Chá Gorreana é um produto 100% orgânico, isento de químicos. Aqui produz-se apenas dois tipos de chá: preto e verde. Dentro dessa categorias são comercializadas algumas variedades que se distinguem pelas diferenças de sabores como a acidez.

O que me fascinou na Fábrica foi o facto de todos os equipamentos ainda serem os utilizados no início da sua história e, esquecendo o pó sobre os quais vivem mas, estão em óptimas condições. A visita seguiu a lógica da produção do Chá. Sala a sala, o Filipe explicava quais os processos que eram feitos nas mesmas de modo a percebermos que este Chá dá trabalho.

Feita a visita, terminamos na loja da Fábrica. Aqui têm a possibilidade de provar os dois tipos de chá e depois, caso queiram, é só decidir as qualidades que querem trazer com vocês. Confesso, se não fosse o açúcar que coloquei, não teria gostado.

NOTA: para os que sofrem de arritmias, este Chá não é aconselhado.

Já agora, uma curiosidade. Vocês sabem porque se chama Gorreana?
Na Ribeira Grande, concelho onde a Fábrica se situa, os habitantes abreviam bastante as palavras e conta a história que, no início da sua produção, havia uma menina chamada Ana que andava sempre a passear pelos campos com um gorro mas um dia o vento soprou com tanta força que o mesmo voou. E, quando os habitantes começaram à procura do gorro perguntavam uns aos outros: "Onde está o "gorreana?" ou seja, "onde está o gorro da Ana?".

You Might Also Like

1 comments