uma ida atribulada


A minha ida para Londres esteve para não acontecer. Mais uma vez, e já com a certeza de que é bruxedo, a minha mãe foi internada de urgência. Foi um "se não fores eu mando-te para lá de pontapé. Nem penses em não ir a Londres por causa de mim, eu fico bem. Os médicos estão cá para tratar de mim", que me fez ir. Ter a minha mãe nos cuidados intensivos porque o coração dela falhou outra vez, abalou-me.

obrigado


Hoje é o Dia Internacional do Obrigado.

É sempre importantes agradecermos. Mas, ignorando o "Obrigado" que dizemos como forma de educação num "Obrigado, mas não precisa de me dar o seu assento", digo "Obrigado" a todos aqueles que me acompanham. Aos meus amigos, à minha família e a vocês. "Obrigado" pela ajuda, pelo apoio, pela presença, pela simpatia, pelos bons momentos, pelos maus momentos.
"Obrigado", vida.