mexeu comigo


No dia de Natal, fomos visitar uns familiares do meu pai à aldeia dele mas antes, passámos na vila para ir ao Lar da 3ª Idade visitar um irmão dele, tio meu, que está lá há alguns anos. Nunca tive uma relação muito próxima com ele mas, do que sei, teve uma vida complicada. Após algumas complicações, foi decidido que ele devia estar acompanhado 24/24 e desde então que está no lar.

Por ser Natal e por querer ver o meu tio, entrei no lar com os meus pais mas não aguentei. Bastaram-me cinco minutos para perceber que não "tenho estômago" mas ver o que vi. Não digo que os velhotes (dito com carinho) sejam mal tratados. Não é isso. O meu tio estava a lanchar como tantos outros naquele momento e, ver a sala de refeições cheia de pessoas idosas com um olhar sem esperança, sem felicidade nenhuma, mexeu comigo. 

Pedi desculpa e saí daquela sala a chorar. Ainda agora, a escrever isto, estou a chorar. Acredito que muitos daqueles velhinhos que ali estavam não tenham ninguém próximo da família que possam cuidar deles mas outros, com certeza que foram ali abandonados e nunca recebem visitas.

Só quero acreditar que, aquelas pessoas que ali estavam, tenham mais alguns anos de vida e, quando a altura chegar, tenham um final calmo e sereno e que estejam acompanhados no momento da partida.

5 comentários :

Carolina. disse...

Os hospitais e os lares são locais que também mexem comigo...

P' disse...

Por acaso é algo que também me deixa bastante triste pensar. Tenho duas avós e um avô e nem quero imaginar o que seria se algum dia tivesse de os colocar num lar. Há muitos lares onde nem sequer tratam bem dos idosos, é tão triste... Ai...

Kate disse...

Trabalhei num lar de idosos durante dois anos e, infelizmente, a realidade é mesmo essa...por mais que nós lhe déssemos carinho, muitos deles estavam meses, anos, sem receber a visita de um familiar (e tinham-nos, alguns deles a morar do outro lado da rua) e eles sentiam muito essa falta...é muito triste chagar à velhice e passar por isso...

Italiana. disse...

isso também mexe comigo.

Princesa Sem Tiara disse...

Não conseguiria trabalhar num lar. Não por um motivo especial, mas por mexer comigo. Nesta época, se vejo um velhinho a pedir na rua, parte-me um coração por pensar no seu natal. E depois penso no resto do ano, e fico o tempo todo a pensar como há pessoas capazes de não ter sensibilidade

http://princesasemtiara.blogs.sapo.pt/